Category Archives: eBooks

Comprensión de las culturas materiales de texto. Una visión multidisciplinaria.

9783110417845

Hilgert, M. [e-Book] Understanding Material Text Cultures. A Multidisciplinary View. De Gruyer, 2016

Texto completo

The present volume comprises 6 highly original studies on material text cultures in different nontypographic societies stretching from the 3rd millennium cuneiform textual record of Ancient Mesopotamia to 20th century Qur’anic boards of northern and central African provenience. The volume provides a multidisciplinary approach to material text cultures complementary to the interdisciplinary, strongly theory-grounded research scheme of the CRC 933.

A relação conclusiva na língua portuguesa: funções resumo, conclusão e consequência

cover2

Marques, N. B. N. and E. G. Pezatti. [e-Book] A relação conclusiva na língua portuguesa: funções resumo, conclusão e consequência. São Paulo, Scielo, 2015.

Texto completo

Book in PDF

Book in EPUB

A obra analisa a relação conclusiva expressa por meio das conjunções então e portanto, em dados do português falado nos países lusófonos. Para tanto, utiliza o aparato teórico da Gramática Discursivo-Funcional, modelo que privilegia a intenção comunicativa do falante ao fazer uso do sistema linguístico em situação de interação. A análise revela a existência de três diferentes tipos de relação conclusiva: a Função Resumo (que ocorre entre porções textuais maiores, para sintetizar uma explanação anterior), a Função Conclusão (que relaciona indiretamente duas orações por meio de uma premissa) e a Função Consequência (que relaciona diretamente duas orações, à semelhança de causa-consequência).

Cognitismo funcionalismo en la sintaxis del portugués: una propuesta para la descripción y análisis de las oraciones subordinadas sustantivas para la enseñanza.

 

img_309893_1_16

Sperança-Criscuolo, A. C. (2014). [e-Book] Funcionalismo e cognitismo na sintaxe do português: uma proposta de descrição e análise de orações subordinadas substantivas para o ensino. São Paulo, Scielo.

Texto completo

A obra nasce no bojo das discussões e problemas relacionados (ou associados) ao ensino de gramática, tanto no âmbito acadêmico quanto no profissional. Em tal contexto, Ana Carolina Sperança-Criscuolo busca demonstrar a adequação pedagógica da proposta de descrição e análise de orações subordinadas substantivas sob uma perspectiva funcionalista-cognitivista. A autora escolhe o domínio da sintaxe pela importância desse nível de organização da língua na arquitetura do texto. Além disso, o processo de subordinação substantiva, foco da pesquisa, figura como recurso bastante recorrente e produtivo no português. O estudo dos aspectos pragmático-discursivos ligados a tal processo pode, assim, proporcionar melhor entendimento e maior domínio dessas construções e, consequentemente, dos textos. O livro organiza-se em cinco capítulos. Neles, a autora apresenta um breve histórico sobre o desenvolvimento dos estudos linguísticos, discute os princípios teóricos que nortearam a pesquisa, trata da perspectiva cognitivista no estudo da língua, aborda o tratamento tradicional do período composto por subordinação. Partindo de usos autênticos das orações, ela ainda analisa aspectos pragmáticos e discursivos associados a sua organização e, finalmente, promove uma discussão sobre elementos que possibilitam refletir sobre a língua como um sistema complexo e dinâmico.

Literatura de multidão e intermidialidade: ensaios sobre ler e escrever o presente.

cover1

Justino, L. B.. [e-Book] Literatura de multidão e intermidialidade: ensaios sobre ler e escrever o presente. São Paulo, EDUEPB Scielo, 2015.

Texto completo

midialidade e a da literatura de multidão. A fronteira entre elas é tênue e provisória. O que as separa é um filtro que tanto deixa passar quanto retém. É um livro de crítica, um exercício de experimentação crítica que propõe um olhar transversal sobre as obras, com a finalidade de compreendê-las por aquilo que nelas remete para as formas de vida, para os espaços de produção simbólica e de sua logística de circulação e consumo.

Rosae: linguística histórica, história das línguas e outras histórias

cover

Lobo, T., Z. Carneiro, et al. (2012). [e-Book] Rosae: linguística histórica, história das línguas e outras histórias. São Paulo, EDUFBA Scielo, 2012.

Texto completo

SciELO Books | Rosae: linguística histórica, história das línguas e outras histórias

Publicada pela EDUFBA e organizada por Tânia Lobo, Zenaide Carneiro, Juliana Soledade, Ariadne Almeida e Silvana Ribeiro, a obra é constituída por 48 artigos que apresentam investigações sobre o português arcaico e o português brasileiro com intuito de prestar homenagem à Profa. Dra. Rosa Virgínia Mattos e Silva, Professora Titular de Língua Portuguesa e Professora Emérita da Universidade Federal da Bahia (UFBA), falecida em julho de 2012.

Guía de Derecho de autor para autores de obras literarias

gua-de-derecho-de-autor-para-autores-de-obras-literarias-1-638

Iriarte Ahon, E. and R. Medina Plasencia. [e-Book] Guía de Derecho de autor para autores de obras literarias. Lima, INDECOPI, 2013.

Texto completo

El Derecho de Autor surge con un propósito: contribuir a generar y mantener un incentivo para que los creadores sigan creando; y para que aquéllos quienes opten por invertir en las obras creadas y en la explotación de las mismas, puedan asegurar un retorno a dicha inversión. Así se permite asegurar su continuidad y, por tanto, el crecimiento de las industrias culturales.

Ética profissional na tradução assistida por sistemas de memórias

9788539306442

Stupiello, É. N. d. A. [e-Book]  Ética profissional na tradução assistida por sistemas de memórias. Brasil, SciELO Books, 2014

Texto completo

Érika Nogueira de Andrade Stupiello faz aqui um convite à reflexão sobre o envolvimento do tradutor com seu trabalho, o papel desse profissional na atualidade e, principalmente, as consequências do emprego de tecnologias na tradução de textos. Ela enfatiza três sistemas de armazenamento de memória de tradução – Trados, Transit e Wordfast –, analisando os principais atributos de cada sistema e concentrando-se nas implicações de seu uso. Os sistemas apresentam vantagens e desvantagens bastante comentadas pela literatura sobre tradução. Embora possibilitem maior controle e padronização de terminologia e fraseologia, aumento da velocidade de trabalho, constituição do próprio banco de dados, eles reduzem o espaço para escolhas do tradutor, incentivam o uso instrumental das línguas para aumentar o reaproveitamento, impedem remuneração de material recuperado pelo sistema. Ao lembrar que os sistemas de memória não têm como objetivo eliminar a intervenção humana durante o processo de tradução nem destinar ao tradutor o papel de mero pós-editor de textos, a autora pontua questões práticas e teóricas, especialmente as relacionadas à ética profissional, que emergem com sua utilização. Uma destas questões refere-se eventual esquecimento do caráter humano envolvido na tradução, em meio à vertiginosa circulação eletrônica de textos. A obra também aborda tópicos delicados, como o compartilhamento de memórias, neste caso sob três perspectivas: a do cliente, a das agências de tradução e a do próprio tradutor. Traz à tona ainda as discussões sobre a pulverização da responsabilidade do tradutor em grandes projetos e as questões éticas envolvidas no intercâmbio de memórias, além da questão financeira e da polêmica sobre a propriedade intelectual, contexto que sugere, para o futuro, a possibilidade reestruturação na remuneração do tradutor e da prática de reutilização de memórias

Adjective attribution

31317147081_eea1e0df72_o_d

Rießler, M. [e-Book] Adjective attribution, Language Science Press, 2016

Texto completo

“This book is the first typological study of adjective attribution marking. Its focus lies on Northern Eurasia, although it covers many more languages and presents an ontology of morphosyntactic categories relevant to noun phrase structure in general. Beside treating synchronic data, the study contributes to historical linguistics by reconstructing the origin of new types specifically in the language contact area between the Indo-European and Uralic families.”

Einführung in die grammatische Beschreibung des Deutschen

41qwbjeuxvl-_sx346_bo1204203200_

Schäfer, R. (2016). [e-Book] Einführung in die grammatische Beschreibung des Deutschen. Zweite, überarbeitete Auflage, Language Science Press

Texto completo

“This textbook is an introduction to the descriptive grammar of German on the levels of phonetics, phonology, morphology, syntax, and graphemics. It is a recommended read for anyone interested in the grammar of German and especially for students of German philology. The book focuses on how grammatical generalizations are derived from concrete linguistic material while covering a huge number of the important phenomena of German grammar. No specific theoretical framework is adopted in the book but it constitutes an ideal starting point for reading more theory-specific textbooks and accessible research papers. Despite its length, the book is suitable for inclusion in all sorts of curricula, mostly because the five parts of the book can be read separately. Almost all chapters contain a large number of exercises, many of which come with solutions in the appendix.The second edition was prepared based to a large extent on reader feedback. It introduces numerous corrections and improvements. Most prominently, the chapter on phonology was completely rewritten so as to provide a better description of the relevant generalizations of German syllable structure.”<p>”Einführung in die grammatische Beschreibung des Deutschen ist eine Einführung in die deskriptive Grammatik am Beispiel des gegenwärtigen Deutschen in den Bereichen Phonetik, Phonologie, Morphologie, Syntax und Graphematik. Das Buch ist für alle geeignet, die sich für die Grammatik des Deutschen interessieren, vor allem aber für Studierende der Germanistik bzw. Deutschen Philologie. Im Vordergrund steht die Vermittlung grammatischer Erkenntnisprozesse und Argumentationsweisen auf Basis konkreten sprachlichen Materials. Es wird kein spezieller theoretischer Rahmen angenommen, aber nach der Lektüre sollten Leser in der Lage sein, sowohl deskriptiv ausgerichtete Forschungsartikel als auch theorienahe Einführungen lesen zu können. Das Buch enthält zahlreiche Übungsaufgaben, die im Anhang gelöst werden.Die zweite Auflage ist vor allem auf Basis von Rückmeldungen aus Lehrveranstaltungen entstanden und enthält zahlreiche Korrekturen und größere Überarbeitungen. Das Kapitel zur Phonologie wurde vom Autor nahezu vollständig neu geschrieben, vor allem um relevante Generalisierungen des Silbenbaus besser zu erfassen.”

The evolution of grounded spatial language

27770760154_1113bf2191_o_d

Spranger, M. (2016). [e-Book] The evolution of grounded spatial language, Language Science Press

Texto completo

This book presents groundbreaking robotic experiments on how and why spatial language evolves. It provides detailed explanations of the origins of spatial conceptualization strategies, spatial categories, landmark systems and spatial grammar by tracing the interplay of environmental conditions, communicative and cognitive pressures. The experiments discussed in this book go far beyond previous approaches in grounded language evolution. For the first time, agents can evolve not only particular lexical systems but also evolve complex conceptualization strategies underlying the emergence of category systems and compositional semantics. Moreover, many issues in cognitive science, ranging from perception and conceptualization to language processing, had to be dealt with to instantiate these experiments, so that this book contributes not only to the study of language evolution but to the investigation of the cognitive bases of spatial language as well.